Uso de colírio pode causar algum mal?

colirio

Em geral, essa dúvida nem passa pela cabeça de muitos pacientes. Já é algo comum dos brasileiros usar colírio por conta própria e sem prescrição médica no dia a dia, sem ter noção do quanto isso pode ser prejudicial para a saúde dos olhos.

Se você é uma dessas pessoas, saiba que a automedicação é o maior fator de internação por intoxicação no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

O uso do colírio também deve ser feito sob orientação médica.

Neste artigo, você vai entender melhor quais as consequências do uso inadequado do colírio e aprender a como utilizá-lo corretamente no seu dia a dia. Acompanhe!

Quais os problemas do uso inadequado do colírio?

Os problemas causados pelo uso do colírio estão ligados principalmente ao excesso e ao uso inadequado do medicamento. “Tudo em excesso faz mal” — e isso também se aplica aos colírios.

Esses problemas acontecem porque o colírio tem um alto poder de penetração no organismo, quando não aplicado corretamente.

O líquido corre o risco de entrar no corpo pelo orifício por onde sai a lágrima (ducto lacrimal), infiltrando-se na rinofaringe e na circulação sanguínea, o que faz com que os vasos sanguíneos e as artérias fiquem mais estreitos.

Com isso, além de problemas oftalmológicos, o paciente também pode ter sérias consequências para a sua saúde no geral, como danos cardíacos, por exemplo — especialmente aqueles que já tem histórico de problemas cardiovasculares.

Os problemas causados para a saúde dos olhos vão variar de acordo com o tipo do colírio, resultando desde vermelhidão e irritação contínua até cegueira irreversível.

Confira os problemas que cada colírio pode causar:

  • Colírio anti-inflamatório com corticóide: catarata e glaucoma, pois é mais agressivo e tem maior poder de penetração no organismo;
  • Colírio antibiótico: infecções nos olhos e perfuração da córnea, pois pode deixar bactérias mais resistentes;
  • Colírio vasoconstritor: dependência e catarata, pois age na diminuição da irritação/inflamação nos olhos a partir da diminuição da circulação sanguínea na região;
  • Colírio artificial ou lubrificante: conjuntivite alérgica e intoxicação nos olhos, devido à quantidade de conservantes presentes no medicamento;
  • Colírio antiglaucomatoso: piora no quadro de pacientes com glaucoma, pois pode aumentar a pressão dos olhos.

Glaucoma: tire suas dúvidas sobre este problema nos olhos

Todos esses problemas estão ligados, principalmente, à dependência que o colírio pode causar, ao aumento da pressão ocular e ao efeito que os colírios podem ter na córnea do olho.

Como usar colírio corretamente?

O tempo ideal de uso vai variar de acordo com o tipo do colírio, a finalidade com o uso e as características do olho de cada paciente.

Porém, com algumas ações simples simples no dia a dia você pode usar o colírio da maneira correta e reduzir os riscos e problemas que ele pode causar. Veja abaixo.

  • Use sempre de acordo com a orientação médica (quantidade de vezes ao dia, gotas, etc), sem excessos;
  • Evite o contato direto da ponta do colírio com os olhos, para prevenir infecções;
  • Não pisque muitas vezes após a aplicação, para que o produto seja absorvido adequadamente e não escorra para fora dos olhos;
  • Ao aplicar, tampe o ducto lacrimal com o dedo indicador higienizado, para evitar que o líquido do colírio penetre no organismo;
  • Se precisar usar mais de um colírio ou o mesmo mais de uma vez no decorrer do dia, respeite o intervalo de 5 a 10 minutos entre uma aplicação e outra;
  • Para aqueles que usam lentes de contato, prefira colírios sem conservantes;
  • NUNCA utilize o colírio de outras pessoas, pois medicamentos não devem ser emprestados;
  • Esteja sempre atento à validade e à bula do produto.

Seguindo essas recomendações você poderá cuidar mais da sua saúde ocular e aproveitar melhor os benefícios que o colírio oferece para os seus olhos.

Leia também:Como higienizar corretamente óculos e lentes de contato.

cta-agende-sua-consulta-viva-oftalmologia
Agende sua consulta agora mesmo na Viva Oftalmologia! É simples e rápido.
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.

Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h


SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento@vivaoftalmo.com.br
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098

Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?