Como tratar a catarata?

A catarata nos olhos é uma doença que atinge o cristalino — uma das lentes transparentes do olho localizada atrás da íris. A doença faz com que o cristalino perca essa transparência, deixando-o opaco e embaçado. Se não for tratada, a catarata pode evoluir até a completa cegueira.

Ainda tem dúvidas sobre o que é a catarata? Então, leio o artigo a seguir antes de prosseguir com a leitura!

Catarata: Saiba tudo sobre a doença

O que vale ressaltar, no entanto, é que a catarata tem cura e, neste artigo, você vai descobrir como tratá-la. Acompanhe!

Como tratar a catarata?

Atualmente, a única maneira de curar definitivamente a catarata é por meio de cirurgia. 

A boa notícia, no entanto, é que a cirurgia da catarata foi uma das que mais evoluíram nas últimas décadas, aumentando bastante os benefícios para os paciente que precisam realizá-la.

Continue lendo o artigo e saiba mais sobre como é a realizado o procedimento.

Como é feita a cirurgia de catarata?

A cirurgia de catarata consiste em remover o cristalino danificado, substituindo-o por uma lente intraocular — processo conhecido como facectomia. Com o passar dos anos, essa técnica tornou-se cada vez mais moderna, segura e menos invasiva.

Já publicamos alguns artigos no qual explicamos melhor o que são essas lentes intraoculares. Confira aqui:

Lentes intraoculares: quando são recomendadas?
Lentes intraoculares multifocais ou monofocais: qual escolher?

Se antes realizava-se uma incisão ampla para remover o cristalino com catarata, hoje é possível removê-lo por meio da técnica conhecida como facoemulsificação.

Ela é realizada da seguinte forma: são feitas pequenas incisões na estrutura do cristalino (em torno de 2 a 3 mm de profundidade), a fim de fragmentá-lo em micro pedaços. Em seguida, o cristalino é aspirado por um aparelho ultrassônico, conhecido como facoemulsificador — daí o nome da cirurgia.

E é sempre importante lembrar: o procedimento é feito sempre com o paciente anestesiado, sem causar desconforto aos seus olhos. Dependendo do caso, podem ser dados também sedativos, para que ele permaneça desacordado enquanto a cirurgia é realizada.

Leia este artigo também:

Problemas de visão que atingem pessoas com mais de 40 anos

Quando é indicada a cirurgia da catarata?

O primeiro passo para a indicação da cirurgia da catarata é o próprio paciente desejar realizá-la para ter a sua visão normal de volta. A partir disso, o oftalmologista irá averiguar o estado geral do olho e o estágio em que se encontra a doença.

Caso seja necessário, poderá solicitar também alguns exames complementares para averiguar o seu estado geral de saúde.

Contraindicações: quem não pode realizar a cirurgia de catarata?

De modo geral, a cirurgia poderá ser realizada por qualquer paciente diagnosticado com catarata. O que pode variar, no entanto, é o seu estado geral de saúde, ou o diagnóstico de algum problema ou patologia associada à catarata (como alergias, olhos muito secos, hipertensão arterial, alguma doença da retina ou até mesmo o glaucoma).

Nesses casos, o médico irá avaliar a urgência em realizar a cirurgia, e verificar a necessidade ou não de realizar um tratamento prévio, para que a cirurgia seja, de fato, efetiva.

Talvez você se interesse também por:

Cigarro e problemas de visão: qual a relação?

O SUS oferece a cirurgia de catarata?

Sim, é possível realizar a cirurgia de catarata pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Entretanto, o paciente precisará passar pela fase de triagem e de realização de exames, até que receba a orientação médica para entrar na fila de espera para o procedimento.

Esse processo pode levar meses e até anos, ao passo que a catarata pode enrijecer-se com o passar do tempo, tornando mais difícil a cirurgia.

Cirurgia de catarata: o plano de saúde cobre?

Todos os planos de saúde cobrem a cirurgia de catarata, segundo estipula a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) no seu Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, baseados na Lei n9.656/1998. A cirurgia de catarata aparece descrita como “Facectomia com Lente Intra-Ocular Com ou Sem Facoemulsificação”.

Para saber mais sobre as regras e condições de cobertura de lentes intraoculares na cirurgia de catarata, consulte o parecer técnico da ANS, publicado em maio de 2019, e o seu próprio plano de saúde para obter informações detalhadas.

Quer saber se a Viva Oftalmologia atende ao seu plano de saúde?

Então é só consultar aqui.

A Viva Oftalmologia conta com um time de oftalmologistas altamente qualificados, com equipamentos modernos e infraestrutura adequada a um alto padrão de atendimento.

Nós prezamos o conforto e a segurança dos nossos pacientes, porque entendemos que esse suporte é fundamental para o sucesso de qualquer cirurgia que realizamos.

Ainda possui dúvidas sobre como funciona a cirurgia de catarata? Então confira mais detalhes neste artigo:

Como funciona a cirurgia de catarata

Ou então, marque uma consulta com a Viva e converse com um de nossos oftalmologistas. Clique aqui!


cta-agende-sua-consulta-viva-oftalmologia
Agende sua consulta agora mesmo na Viva Oftalmologia! É simples e rápido.
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência
especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.
Responsável Técnico: Danielle Jampaulo - CRM-DF 17377
Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h

Emergência: Segunda a Domingo - 7h às 22
SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento.vivaoftalmo@gmail.com
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098
Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?