Hipermetropia: o que é, como acontece e como tratar

Assim como a miopia e o astigmatismo, a hipermetropia é considerada um dos erros refracionais e uma das patologias oftalmológicas mais comuns.
Por isso, é fundamental entender bem o que é, como acontece, como tratar e até mesmo como corrigir este problema.

Prossiga com a leitura do nosso conteúdo de hoje e tire suas dúvidas. Boa leitura!

Afinal, o que é a hipermetropia?

Antes de tudo, é essencial que você compreenda ao certo o que é a hipermetropia para saber a diferença desta para os outros erros refracionais.

A hipermetropia acontece quando o olho é menor do que o tamanho normal, provocando uma focalização errada da imagem – formada após a retina. Além disso, pode ser causada pela diminuição do poder refrativo do olho, que acontece em função das alterações no formato do cristalino do olho ou no formato da córnea.

Além dessas informações citadas, a hipermetropia também pode estar relacionada ao aparecimento de estrabismo acomodativo na infância.

Desta forma, a hipermetropia causa dificuldade para enxergar objetos mais próximos e dificulta principalmente a leitura de livros, textos e até mesmo conversas por celular.

E quais são os sintomas?

O principal sintoma da hipermetropia é que o portador possui a visão mais embaçada para perto, como você leu acima. Mas além disso, podem existir outros sintomas, como:

  • Cansaço ocular constante;
  • Dores de cabeça;
  • Desconforto para focalizar imagens;
  • Sensação de peso ao redor dos olhos;
  • Ardor nos olhos;
  • Lacrimejamento ocular;
  • Vermelhidão conjuntival.

Desta forma, mesmo que o sintoma possa parecer simples, é indispensável conversar com um especialista para descobrir se pode ser hipermetropia ou se é outro problema nos olhos/visão.

E como tratar a hipermetropia?

Assim como a miopia e o astigmatismo, o tratamento da hipermetropia pode ser feito através do uso de lentes corretivas, como as lentes de contatos e os óculos, além disso, se houver indicação do oftalmologista, é possível recorrer para cirurgias refrativas para tratar o problema.

Veja mais:

Informações relevantes

  • Ao notar qualquer incômodo nos olhos, busque imediatamente por um oftalmologista;
  • A hipermetropia, assim como outras patologias, requer um cuidado especial. Por isso, ao ser diagnosticado, não evite o uso do óculos ou lentes, já que isso pode agravar o problema;
  • A cirurgia para correção da hipermetropia deve ser indicada por um especialista e deve também ser realizada por uma clínica competente, já que a má realização pode comprometer a visão de forma drástica.

Esperamos que o conteúdo tenha cessado suas dúvidas sobre a hipermetropia. Compartilhe este material nas suas redes sociais e informe amigos e familiares sobre este problema oftalmológico. Até o próximo conteúdo.

Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.
Responsável Técnico: Danielle Jampaulo - CRM-DF 17377
Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h

Emergência: Segunda a Domingo - 7h às 22

SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento.vivaoftalmo@gmail.com
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098

Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?