Sensibilidade à luz: entenda a fotofobia

A fotofobia, que também é conhecida por sensibilidade à luz, é um problema comum e que atinge milhares de pessoas em todo o mundo. Está associada a vários fatores e condições distintas. Entender melhor o que é, como acontece e o que é necessário para não causar incômodos maiores é primordial.

Prossiga com a leitura e tire possíveis dúvidas sobre o assunto!

Mas o que é a fotofobia?

Para que não restem questionamentos é importante entender especificamente o que é este problema.
A fotofobia (sensibilidade à luz) como o próprio nome diz, é uma circunstância onde a pessoa não consegue olhar de forma direta para a luz ou ambientes muito claros.

Como citamos no início do texto, é um problema que tem várias condições distintas, sendo de irritações simples a emergências oftalmológicas e de saúde mais graves.

Dentre os casos mais leves, a pessoa com fotofobia tende a olhar para baixo em uma sala bem iluminada, por exemplo. Já nos casos mais graves, pode acontecer da pessoa sentir extremo desconforto e até dor ao expor os olhos a luz.

Possíveis causas

As causas da fotofobia são variadas e podem incluir:

  • Sintoma de algumas doenças. Existem doenças que não afetam diretamente os olhos, mas tem a sensibilidade à luz como sintoma
  • Sintoma de enxaqueca
  • Doenças da córnea
  • Abrasão da córnea
  • Olhos secos
  • Descolamento da retina
  • Papiledema
  • Neurite óptica
  • Doença ou inflamação nos olhos, como episclerite ou glaucoma

Além desses fatores, pode ter relação direta com problemas como:

  • Depressão
  • Meningite
  • Intoxicação por mercúrio
  • Lesão na cabeça
  • Uso de drogas, como cocaína e beladona

Informação relevante

Pessoas com os olhos de cor clara tendem a ter mais fotofobia. Os pigmentos presentes nos olhos servem como “proteção” da luz, ou seja, quanto menos pigmentos nos olhos maior a chance de sensibilidade. E é por isso que pessoas albinas tendem a ter mais fotofobia também.

Sintomas da sensibilidade à luz

Associado a fotofobia podem existir outros sintomas, como a vermelhidão nos olhos, visão embaçada, ardor e inchaço ocular.

É muito natural que a pessoa com sensibilidade à luz feche os olhos total ou parcialmente ao contato com a claridade. Por conta desse fator, as dores de cabeça também são comuns em pessoas com fotofobia.

Tratamento e cuidados essenciais

Para tratar a fotofobia da melhor maneira é fundamental buscar o médico, já que só ele é capaz de descobrir o que está por trás da sensibilidade.

O tratamento específico é indispensável para que a fotofobia e todos os sintomas dela desapareçam.

É válido ressaltar também que é imprescindível informar para o médico todas as mudanças no comportamento e saúde, como por exemplo o uso de medicamentos que podem causar algum tipo de sensibilidade no corpo e nos olhos.

Se o caso for de sensibilidade à luz natural ou devido a tonalidade dos olhos, como já informamos no início do conteúdo, é essencial manter alguns cuidados como:

  • Evitar lugares muito iluminados
  • Usar óculos escuros e com proteção UV ao entrar em contato com a claridade

Informação relevante

Em hipótese alguma faça a automedicação. Só um especialista é capaz de informar o melhor tratamento. Além do mais, como as causas são distintas, só o médico pode indicar o melhor procedimento para tratar o problema.

Se o conteúdo diminuiu suas dúvidas sobre a sensibilidade à luz, compartilhe nas suas redes sociais com os seus amigos e familiares. E para mais informações, entre em contato conosco!  


Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.
Responsável Técnico: Danielle Jampaulo - CRM-DF 17377
Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h

Emergência: Segunda a Domingo - 7h às 22

SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento.vivaoftalmo@gmail.com
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098

Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?