Ardência nos olhos: quais são as principais causas?

A ardência nos olhos é um problema que pode acontecer com qualquer pessoa e em qualquer idade. Mas, é indispensável entender como essa ardência pode acontecer e quais são as possíveis causas do incômodo, já que os tratamentos podem variar em função da causa.

Para cessar as suas dúvidas sobre o tema e te informar um pouco mais sobre a ardência nos olhos, prossiga com a leitura do nosso conteúdo de hoje.
Boa leitura!

Entenda a ardência nos olhos

A ardência nos olhos é considerada qualquer sensação de desconforto, irritação, incômodo, dor e/ou ardor nos olhos e também em estruturas próximas. Como você leu acima, pode acontecer por uma série de causas distintas e é importante conhecer cada uma delas.

É fundamental lembrar que independente da causa, ao notar qualquer incômodo é essencial buscar por um oftalmologista para saber do que se trata. Mas se as causas forem em relação aos fatores externos, informe este dado ao médico, já que pode auxiliar no diagnóstico.

Causas comuns

Pode acontecer tanto por fatores externos, como é o caso da fumaça e de alguns tipos de produtos químicos, quanto também por condições de saúde.

As condições de saúde podem incluir:

  • Alergias;
  • Rinite alérgica;
  • Alguns tipos de infecções bacterianas;
  • Problemas como a miopia e a presbiopia (também conhecida como vista cansada);
  • Olhos ressecados;
  • Síndrome do olho seco;
  • Conjuntivite;
  • Deficiência de vitamina A no organismo.

Como fator de saúde, a ardência também pode ocorrer em questão da falta de lubrificação dos olhos – que é a lubrificação que ocorre naturalmente ao piscar ou lacrimejar. Este fator pode acontecer por excesso de horas em frente ao computador ou televisão, por exemplo.

Fatores externos que podem causar o problema:

  • Irritantes químicos: a maquiagem e também o cloro de piscina;
  • Irritantes no ar: alguns tipos de fumaça – como a fumaça do cigarro – e alguns tipos de gases poluentes;
  • Baixa umidade do ar;
  • Ambientes com muito ar condicionado;
  • Ar quente.

E como é feito o tratamento?

O tratamento para a ardência é indicado pelo médico especialista – em hipótese alguma você deve realizar a automedicação -. Ele pode indicar qual o tipo correto de colírio ou pomada para tratar, bem como a duração do tratamento para garantir bons resultados.

Informações relevantes

Por fim, coletamos algumas informações que podem ser bem relevantes sobre a ardência nos olhos:

  • Procure o auxílio médico se você sentir uma ardência incessante e, principalmente, se o problema for persistente;
  • Dependendo da causa do problema também é comum notar outros sintomas como: dor, vista embaçada e também a sensibilidade à luz;
  • Na hora da consulta médica informe ao médico quando o sintoma começou, se há algum outro sintoma além da ardência, se você tomou algum tipo de medicação diferente nos últimos dias e/ou horas. Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar, já que alguns procedimentos podem dificultar a visão por instantes;
  • Se você possui alguma patologia oftalmológica, como a miopia por exemplo, não deixe de informar este fator ao médico.

Esperamos que o conteúdo tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre a ardência nos olhos. Qualquer dúvida, entre em contato com os especialistas da Viva Oftalmologia. Estamos te esperando!
Ah, e para ter acesso a outros materiais relevantes, acompanhe o nosso blog. Até o próximo conteúdo.

Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.

Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h


SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento@vivaoftalmo.com.br
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098

Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?