Tipos de Nistagmo, 14 causas e possíveis tratamentos

tipos de nistagmo

O Nistagmo é uma condição pouco conhecida que apresenta sintomas que envolvem os olhos, especialmente o patológico. Os tipos de nistagmo variam de acordo com as direções, velocidade e formas, que vamos descrever neste artigo.

Para entender melhor sobre quais os tipos de nistagmo, suas causas e possíveis tratamentos, continue lendo este artigo.

Os tipos de Nistagmo

Quem é portador de Nistagmo tem como sintoma o movimento involuntário dos olhos. São movimentos repetitivos e não controlados, que variam de intensidade, indo da mais fraca até às mais bruscas.

Os movimentos podem seguir em várias direções e em diferentes velocidades, impossibilitando o paciente fixar o olhar em algo imóvel.

Quanto às direções, podem ser para baixo e para cima, de um lado para o outro ou ainda rotatórios. O Nistagmo unilateral acomete um dos dois olhos e o Nistagmo bilateral afeta ambos.

Além disso, os tipos de nistagmo também podem variar quanto à forma, podendo ser:

    • Nistagmo manifesto: está presente sempre, ininterruptamente;

    • Nistagmo latente: ocorre quando um olho é coberto;

    • Nistagmo manifesto-latente: também continuamente presente. Porém, piora quando um olho é coberto.

Quanto à direção dos movimentos involuntários dos olhos, há as seguintes variações:

    • Horizontal: os movimentos dos olhos vão de um lado para outro, da esquerda para direita ou vice versa, sempre na horizontal;

    • Vertical: os movimentos vão de cima para baixo ou de baixo para cima, sempre na vertical;

    • Rotatório: os movimentos ocorrem de forma rotativa ou também chamada circular, podendo ser da direita para esquerda ou ao contrário.

Estes movimentos involuntários acarretam a redução da capacidade de enxergar, dificultando a fixação do olhar no objeto. Esta síndrome impacta também psicologicamente os pacientes, uma vez que a autoestima é comprometida de forma negativa devido aos problemas estéticos.

Leia também:

Acompanhamento oftalmológico: entenda a importância deste acompanhamento do início ao fim do ano

14 causas do Nistagmo

O nistagmo possui diversas causas e esse é um dos fatores que mais dificultam o diagnóstico. Confira abaixo 14 possíveis causas no nistagmo.

1 – Labirintite: infecção ou inflamação do ouvido interno que pode levar à perda de equilíbrio e vertigem;

2 – Lesão cerebral: lesões em algumas partes do cérebro ligadas ao controle de movimentos da visão;

3 – Lesão no sistema vestibular: lesões que podem ser causadas por uso inadequado de cotonetes, por exemplo;

4 – Tumores ou câncer nos olhos: se presentes em regiões que controlam os movimentos oculares;

5 – Perda de visão: pode ser causada por catarata, glaucoma, lesões ou outros problemas na retina;

6 – Lesão medular: causada por esclerose múltipla, desmielinização, síndrome de Arnold-Chiari;

7 – Acidentes em que se deve esperar atendimento especializado para não correr o risco de lesionar a medula do paciente;

8 – Infecções ou inflamações: se forem no cérebro, na medula, no sistema nervoso ou no ouvido interno;

9 – Traumas: principalmente os cranioencefálicos;

10 – Drogas: são muitos os tipos, como álcool, lítio, antiepiléticos, lidocaína, epinefrina entre outros;

11 – Nutrientes: a falta de vitamina B12 ou de magnésio;

12 – Insolação: exposição prolongada ao sol com comprometimento cerebral;

13 – Doenças causadas por bactérias como, por exemplo, a neurossífilis que pode atingir o cérebro;

14 – AVC – Acidente Vascular Cerebral, que leva a interrupção do fluxo sanguíneo para alguma parte do cérebro.

Quais são os tratamentos?

As formas de tratamento do Nistagmo variam de acordo com o estágio e do tipo apresentado pelo paciente.

Com isso, o tratamento pode ser feito à base de substâncias estimuladoras do sistema neurotransmissor inibitório ou à base de substâncias depressoras do sistema neurotransmissor excitatório.

O tratamento óptico também é aplicado, por meio do uso de prismas, que corrigem o mau posicionamento da cabeça e estimula a convergência visual.

É comum também o médico recomendar a substituição do uso de óculos por lentes de contato que podem ajudar no tratamento do Nistagmo.

A cirurgia também é opção de tratamento, melhorando a acuidade visual e a eliminação do incômodo torcicolo que acompanha a doença.

Óculos de grau, lente de contato ou cirurgia? Qual a opção mais recomendada para o meu caso? Tire suas dúvidas aqui!

E você, já fez todos os exames recomendados por oftalmologistas para a sua idade? Saiba mais neste outro artigo: Exames de vista que você deve fazer por faixa etária.

cta-agende-sua-consulta-viva-oftalmologia
Agende sua consulta agora mesmo na Viva Oftalmologia! É simples e rápido.
Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência
especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.
Responsável Técnico: Danielle Jampaulo - CRM-DF 17377
Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h

Emergência: Segunda a Domingo - 7h às 22
SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento.vivaoftalmo@gmail.com
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098
Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?