Assistir a filmes 3D pode fazer mal à vista?

Os filmes 3D têm ganhado a preferência de muitas pessoas, principalmente entre os jovens, por representar uma experiência de imersão no filme.

No entanto, alguns desconfortos podem surgir durante a experiência: cansaço na vista, irritação nos olhos e até dores de cabeça. Você já sentiu algum desses sintomas?

Acompanhe o artigo, pois vamos te dar algumas dicas para evitá-los ao assistir a um filme.

Você sabe como funciona a tecnologia 3D?

Quando você assiste a um filme em 3D, o que você vê na tela, na verdade, são duas imagens postas ligeiramente separadas e horizontalmente no mesmo plano. Por meio dos óculos, cada olho foca em uma imagem só, e o cérebro é “enganado”, forçando uma acomodação dos olhos para que convirjam em uma mesma imagem no centro. 

É essa convergência, portanto, que causa o efeito de profundidade, que é a grande sacada do 3D.

Assistir a filmes 3D pode fazer mal à vista?

A resposta é: depende. A maioria das pessoas não sente qualquer desconforto quando assiste a um filme com essa tecnologia. Entretanto, alguns estudos têm demonstrado que algumas pessoas apresentam dificuldades de criar a noção de profundidade, em razão de uma má acomodação visual (responsável pela focalização das imagens) e da convergência.

Como sintomas, podem sentir: dores de cabeça, cansaço visual, olho seco, irritação nos olhos e até náuseas. Existem casos, inclusive, de pessoas que apresentam tais sintomas depois de apenas 10 minutos assistindo a um filme 3D. Para efeito de comparação, esses sintomas também podem aparecer depois de 2 horas na frente de um computador, por exemplo.

Leia também:

Dor nos olhos: o que pode causar o problema?

Outro ponto importante que merece ser destacado é que a visão 3D será bastante prejudicada em pessoas que possuam alguma perda de vista. Isso porque os dois olhos precisam enxergar muito bem para que o cérebro consiga criar a noção de profundidade na tela.

Para as pessoas que utilizam óculos de grau, precisarão usar os dois óculos ao mesmo tempo (de grau e de 3D), o que pode ser, também, bastante desconfortável.

A dificuldade para assistir a filmes 3D pode ser um sinal de que a pessoa tenha algum problema de vista

Embora a tecnologia 3D possa causar certo desconforto em algumas pessoas, ela pode ser uma aliada no diagnóstico de problemas de vista. Quando uma criança, por exemplo, vai ao cinema assistir a um filme em 3D e não consegue criar o efeito desejado de profundidade, algum problema na visão pode estar impedindo que esse efeito aconteça.

O que acontece é o seguinte: a tecnologia 3D apresenta duas imagens ligeiramente diferentes para cada olho, projetadas na frente e atrás da tela. O cérebro, por sua vez, funde as duas e cria a profundidade. Se essa criança for míope, por exemplo, ela terá o foco mais próximo do olho e não conseguirá enxergar a imagem que foi projetada atrás da tela — a não ser que use lentes corretivas, como óculos de grau ou lentes de contato.

Nesse sentido, uma simples ida ao cinema para assistir uma sessão em 3D, pode ajudar a identificar possíveis problemas de visão, como miopia, astigmatismo e hipermetropia.

Leia também:

Tire suas dúvidas sobre as lentes de contato

Dicas para assistir a filmes 3D sem fazer mal à vista

Se você é uma das pessoas que sente desconfortos ao assistir a filmes 3D, atente-se às dicas abaixo:

  • Evite as poltronas próximas à tela. Prefira sempre o meio ou o fundo.
  • Procure concentrar o foco no ponto principal da imagem.
  • Se você sentir algum cansaço visual já nos primeiros minutos do filme, experimente ficar alguns minutos sem os óculos para relaxar a vista, e volte a colocá-los em seguida.
  • Em TVs comuns, fique atento a essa dica: quanto maior for a tela, maior deverá ser a sua distância em relação a ela.

Se mesmo com essas dicas, você ainda apresentar algum desconforto ou incômodo, o mais recomendado é que você faça uma consulta com o oftalmologista. Só ele pode verificar se isso pode ou não ser indício de um problema de vista.

Ah, mais uma coisa: nos cinemas, certifique-se de que os óculos estejam intactos para o seu uso e que a embalagem não esteja violada. Utilizar óculos utilizados por outras pessoas anteriormente podem trazer problemas para a sua vista, como a conjuntivite

Leia também:

Exames de vista: quais são e o que detectam

Exames de vista que você deve fazer por faixa etária
[

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Atendimento
A Viva Oftalmologia é um centro clínico de referência
especializado em oftalmologia com sede na Capital Federal.
Responsável Técnico: Danielle Jampaulo - CRM-DF 17377
Segunda a Sexta - 8h às 18h
Sábado - 8h30 às 12h

Emergência: Segunda a Domingo - 7h às 22
SGAS 616 – AV. L2 SUL – Conjunto A
Lotes 116/117 – Bloco C – Salas 201/11
Centro Clínico Linea Vitta – Asa Sul,
Brasília – DF CEP: 70200-760
Fone: (61) 3246-5555
email: atendimento.vivaoftalmo@gmail.com
Tel: (61) 3246-5555/ Whatsapp: (61) 9.9998-3098
Copyright® 2017 - Viva Oftalmologia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Eixo digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?